quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Conselhos para um youtuber

A- Algumas coisas que espantam os vizinhantes e impedem o crescimento do canal

1- som do vídeo com chiados, não use microfones de webcam para gravar os seus vídeos, eles capitam todo o som externo, use um gravador digital, microfone profissinal ou o seu próprio smartphone, você irá notar que o som de seus vídeos ficarão melhor.

2- Vídeos muito longos são meio chatos, a não ser que o seu assunto prenda o espectador, não perca tempo no seu vídeo, se ele tem 8 minutos, você terá que entrar logo no assunto e não ficar batendo papo, faça um roteiro como no cinema para não acontecer de você ficar meio perdido.

3- Um vídeo de damas ou xadrez, primeiro prepare com um programa todo o seu repertório do seu vídeo, contendo as analises e variantes. Você irá economizar tempo e seu trabalho vai render melhor.

4- Um bom youtuber tem que ter as suas ferramentas, 1- 2 editores de vídeos bons, 1- um editor de áudio para melhorar o seu trabalho, e por últimos, boas câmeras e tripes.

5- O seu canal tem que ter um Bannerj, introdução para seus vídeos e uma boa aparência e organização do seu canal para as pessoal não ficarem perdidos.

6- Sua vós é boa, se for meio fanhosa e muito aguda, você poderá ter problemas. Você não necessita ser um Sid Moreira, é só dar uma melhorada na sua foz. Não fique contando historia e falando só para encher linguiça nos seus vídeos, seja objetivo.

7- Divulgação do seu trabalho, você esta achando que é só postar o seu trabalho e tudo estará tranquilo, vai trabalhar rapaz, divulgue pros amigos, família, namorada, facebook, twitter, g+, grupos de watsapp e telegram.

8- Procure se focar num assunto onde você domina completamente, eu gosto de 4 assuntos, damas, xadrez, linux e freebsd, só que o que mais me rende inscritos é jogo de damas.

9- Muitos inscritos e ninguém curte os seus vídeos, tem que pedir amigo, o melhor é fazer isso no inicio e no final, senão o cara não assiste até o final e nem curte o seu trabalho, eu peço para curtir, se inscrever e divulgar nas suas redes social, pedir não paga nada, é totalmente de graça. 10- O mais importante, tudo que fizer faça com alegria e diversão, você vai ver que o resultado vai vir rapidamente.

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

configurando aplicações no openbox

Instalando e configurando openbox no linux, tem várias opções quando se trata de abientes graficos, eu sempre gostei da trilogia, kde, gnome e xfce, antigamente era kde ou gnome, só que ultimamente os ambientes minimalistas vem ganhando um grande espaço, tanto que o xfce vem crescendo muito, ele é leve e facil de ser customizado, do que adiante ter um ambiente que tem poucas opções de customizações, então é ai que entra openbox, para a galera mexer e configurar de acordo com sua preferencia, o mais engraçado que até o pessoal que tem computador potente gosta de se aventurar no openbox, no inicio ele é meio complicado, depois é que percebemos que tem alguns aplicativos que faz essa tarefa e não necessita muito de ficar só na tela preta. Vamos por a mão na massa, podemos instalar de 2 formas, atravez da compilação, onde instalamos a ultima versão ou via repositório de sua distribuição, vamos pro metodo mais simples. -instalação: apt-get install openbox -configuração: Partimos então para a criação da pasta do OpenBox:

- instalando o servidor gráfico

-se tiver instalado o debian minial você terá que fazer os seguintes procedimentos: 1- instalar o ambiente preparatório para o ambiente gráfico: "apt-get install xorg xinit mesa-utils

2- configurar o ambiente com: sudo nano /home/seuusuário/.xinitrc, é só colocar: exec openbox-sesion, depois salve com contro o e depois saia com control x salvando o arquivo, em seguida com seu usuário é só dar um: startx e entrar no ambiente gráfico

configurando openbox

sudo mkdir -p ~/.config/openbox

$ cp -av /etc/xdg/openbox/* ~/.config/openbox/

Obs.: Dependendo da versão, um dos arquivos copiados será o “autostart.sh“, na versão 3.5.x é apenas “autostart”.

Dito isto, vamos configurar o início da sessão OpenBox.

nano ~/.config/openbox/autostart

aqui temos um exemplo de configuração, para ativar é só descomentar com #

para configurar manualmente o menu do openbox

leafpad .config/openbox/menu.xml

# Nitrogen (wallpaper).

# ver observação mais abaixo!!!

(nohup /usr/bin/nitrogen --restore &)

# Cairo Composite Manager.

(nohup /usr/bin/cairo-compmgr &)

# Xcompmgr (outro Composite Manager).

# xcompmgr -cCfF &

# PcManFM.

# ver observação mais abaixo!!!

# (nohup /usr/bin/pcmanfm --desktop &)

# Gnome Panel.

# (nohup /usr/bin/gnome-panel &)

# Painel Lxpanel.

(nohup /usr/bin/lxpanel &)

# Painel Tint2.

#(nohup /usr/bin/tint2 &)

# Terminal Tilda.

(nohup /usr/bin/tilda &)

# Monitor Conky.

(nohup /usr/bin/conky -p 3 &)

# Xscreensaver.

(nohup test `/bin/pidof xscreensaver` || /usr/bin/xscreensaver -no-splash) &

# Xfce4 Power Manager.

# (nohup /usr/bin/xfce4-power-manager &)

# VolumeIcon (Controle de Volume).

# (nohup /usr/bin/volumeicon &)

# Network-Manager Applet. eca!

# (sleep 3 && /usr/bin/nm-applet --sm-disable) &

# Wicd.

# (nohup /usr/bin/wicd-client &)

fim do aquivo de configuração

se quiser ter um menu dinamico para o openbox ficar com aparência mais bonita, é só seguir a dica do purga linux nesse link

Depois da instalação e configuração teremos que instalar alguns programas, que podem ser:

1- nitrogen: para trocar o papel de parede do openbox, cria uma pasta chamada walppaper em home/usuario e lá baixe os seus papel de paredes.

2- obmenu, para configuração dos menus no desktop do openbox

3- instalar o lxpanel, aquele painel do lxde para facilitar a nossa vida no openbox no inicio, depois é só instalar o Tint2, aquele pailnel minimalista, se preferir coloque o tint2 em baixop e o lxpanel e cima ou na posição que desejar, eu prefiro só o lxpanel na parte de baixo.

4- instale o editor leafpad para facilitar a sua vida na hora de configurar o seu ambiente, ele é mais simples do que o nano. 5- obconf para configurar os temas do openbox

Depois de tudo isso é só testar o openbox, aproveiote e veja alguns vídeos de configuração e instalação do openbox na rede, um concelho para os novatos, quando for editar um arquivo manualmente, não esqueça de fazer uma copia do arquivo, eu já fiz um monte de besteiras, perdi muitas configurações de arquivos, uma barbeiragem e já era. Vou deixar um vídeo abaixo para que você possa configura e usar os programas do openbox para deixar ele redondinho. Existe outras aplicações, é só pesquisar na rede e instalar de acordo com o seu gosto. Eu sei que instalar um painel no openbox descaracteriza um pouco o openbox, só que se tu quiser gravar aulas do kazam vai ter dificuldades, pois o aplicativo desaparece, já com o painel é mais simples.

encerrar a sessão do openbox clique aqui

sábado, 10 de dezembro de 2016

uma breve analise da atuação da liga de xadrez do ES

A liga Brasileira de xadrez no ES já é uma realidade no nosso estado, vários torneios em diferentes lugares, posso afirmar com certeza que esta fechando o ano com chave de ouro com o seu torneio de 60 minutos, estão chamando de pensado, só que sabemos que até 1 minuto o cara tem que pensar, esta mais para rápido do que pensado(proporcional). A proposta da liga foi criada para humanizar, facilitar a pratica do xadrez no Brasil e fazer com que o jogador de xadrez tenha uma participação na administração e gerencia do xadrez, na fesx somos meros espectadores, não temos participação nas decisões e nem somos convidados para contribuir com ideias ou sugestões, então a liga teria que ser o oposta da federação, será que esta sendo?

Então vamos analisar os erros e acertos da liga, o que poderia mudar, a liga já esta firme em todos os estados da nação, já esta mudando a mentalidade dos dirigentes, a passos de tartaruga na verdade, já é um grande sinal.

1- bons torneios, só que tem um detalhe, poucos participantes,(sabemos que aqui em vitória quando vai chegando a metade do ano os atletas vão sumindo) somente em Aracruz é que temos uma super lotação com vários jogadores. Não necessita ser um grande gênio para saber qual é o problema. A- taxa de inscrição e 2 torneios no mesmo dia, o que é muito cansativo para os jogadores mais veteranos como eu. 55,00 para jogar 2 torneios e sem premiação atraente para os vitoriosos, essa equação não esta fechando, nesse caso os torneios da fesx esta mais em conta para jogar, isso mesmo amigos a federação de xadrez do ES esta dando melhores condições para disputar torneios.

2- O presidente sabemos quem é, e os demais integrantes da diretoria, quem é? cade o estatuto da liga, as atas com as reuniões da diretoria, cade o relatório financeiro, quem é o tesoureiro mesmo, eu não sei quem é, mas ai você me pergunta, na fesx é a mesma coisa, ninguém fica sabendo de nada, então só posso dizer que estamos participando de organizações secretas.

3- Um quadro de associados com ranking e em novembro recebemos a nossa carteira de sócios da liga, isso sim vocês estão de parabéns, sempre recebo convites para torneios em redes social, esse é o caminho.

4- O ambiente de jogos é muito agradável, não tem muito espaço, mas é muito confortável, cafezinho, água gelada e algumas bolachas para degustação, nisso eu gostei, tem que ter um cafezinho para ativar os neurônios.

5- Por ultimo o mais importante, não é só de torneio que nós necessitamos, que tal: palestras com jogadores graduados, cursos de arbitragem(parece que vai ter um em janeiro/2017), sabe quanto um árbitro graduado esta cobrando para trabalhar um torneio: 400,00, imaginem o Udsom em Serra ter que pagar essa quantia, um absurdo, a fesx praticamente acabou com todos os árbitros no ES, se a liga fizer esse curso, vai acabar com essa exploração, além disse a nossa arbitragem aqui no ES esta fraca, tirando o árbitro internacional, o resto é tudo farinha do mesmo saco, esses caras necessitam fazer uma reciclagem para serem árbitros de verdade, para finalizar, que tal uma simultânea com GM para alegrar a capivarada. Essa minha postagem é mais para dar sugestões, eu posso estar errado em alguma coisa, só que isso aqui não é uma verdade absoluta, espero ter contribuído de alguma maneira para melhorar o xadrez no ES.